oficina classic

Bloqueio central de acoplamento viscoso

Bloqueio central de acoplamento viscoso

Uma das peças que gera mais confusão no seu funcionamento, nos Range Rover Classic, é o bloqueio central do diferencial, de acoplamento viscoso. Ao contrário dos LR Defender ou Discovery que possuem um bloqueio central que pode ser activado manualmente, os Range Rover possuem um diferencial que bloqueia automáticamente.

Genéricamente, todos os carros com tracção às quatro rodas possuem uma configuração semelhante à figura abaixo.

 

 

A ligar as rodas da frente, existe um eixo frontal. A ligar as rodas traseiras, existe um eixo traseiro. A potência do motor é transmitida às rodas através de dois veios centrais (rear drive shaft e front drive shaft) que ligam a cada um dos eixos, numa das extremidades, nos diferenciais (rear e front differential), e na outra extremidade, na caixa de transferências (transfer case).

Em condução normal, e no caso específico dos Range Rover, a potência é repartida igualmente entre o eixo frontal e o traseiro (50% para cada lado). No entanto, em situações fora de estrada, se uma roda ficar no ar, toda a potência do carro perde-se para essa roda, e o veículo fica imobilizado. Para tentar minorar estas situações, existem soluções no mercado que diminuem ou evitam esta transferência de potência para uma roda sem tracção. A estas soluções, damos o nome de bloqueios de diferencial.

Existem diversos tipos de bloqueio no mercado, cada um com as suas particularidades, mas todos com a mesma função: transferir a potência "perdida" por uma roda sem tracção para a outra roda que eventualmente terá alguma tracção.

O mesmo princípio aplica-se aos eixos frontal e traseiro. Se ambas as rodas de um dos eixos não tiverem tracção, toda a potência é transferida para esse eixo. É aqui que entra em funcionamento o bloqueio de diferencial central. Este mecanismo, como foi dito anteriormente, pode ser de activação manual ou automática (no caso dos Ranger Rover Classic).

 

 

A unidade de bloqueio de diferencial do Range Rover está situada na caixa de transferência. Num compartimento selado, existe uma espécie de gelatina de silicone que envolve dois grupos de discos (um grupo ligados ao veio da frente e o outro ligado ao veio traseiro). Esta gelatina tem a propriedade de aumentar a sua viscosidade e resistência ao movimento quando é agitada e aquecida. Em condições de condução normais, as pequenas variações de velocidade entre cada um dos veios não é suficiente para aumentar a viscosidade da gelatina. No entanto, em situações fora de estrada, quando um dos eixos perde tracção (pisos com lama ou escorregadios), poderá existir uma diferença bastante acentuada entre a velocidade de rotação de ambos os eixos. Nestas situações, o aumento de rotação de um dos eixos faz com que a gelatina seja agitada, aumentando a sua temperatura e viscosidade. Este aumento de viscosidade aumenta o arrasto entre os discos, forçando-os a rodar a velocidades similares, reduzindo o escorregamento e aumentando a tracção. Este tipo de bloqueio é bastante suave e progressivo, ao mesmo tempo que elimina a necessidade de activar manualmente o bloqueio.